Get Adobe Flash player

A Mulher Virtuosa no Século XXI

 

A Mulher Virtuosa no Século XXI

O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução. Provérbios 1:7

Além de falar da mulher virtuosa, o Livro de Provérbios ressalta outros tipos de mulheres: prostituta (7.10), estranha (2.16), louca (9.13), sem discrição (11.22), a que envergonha (12.4), tola (14.1), contenciosa (19.13) e a rixosa (21.19). Pode ser que ao lermos isso até nos sintamos ofendidas, porém devemos ter estas citações como parâmetro para nos avaliarmos. Talvez você concorde que ainda podemos ter em nosso comportamento algumas características dessas mulheres.

Para ajudar, gostaria de elencar cinco características que a mulher cristã precisa reconhecer em si mesma a partir das qualidades da Mulher Virtuosa no acróstico de Provérbios 31.10-31.

1. Identidade Espiritual (2 Co 5.16). Possuímos um conjunto de características que identificam nossa existência física: temos um nome, sexo, impressões digitais, filiação, naturalidade etc. É assim também quanto à nossa identidade espiritual: somos chamadas pelo nome de Deus (Is 43.7), fomos adotadas como filhas Dele (Ef 1.5), não somos deste mundo (Sl 15, Fp 3.20), adquirimos digitais espirituais (Gl 5.22).

2. Força e Dignidade (Pv 31.25). A beleza da mulher cristã não deve estar tão somente em suas belas vestes, sapatos, cabelo, perfumes etc, mas, acima de tudo, em seu caráter, demonstrada através de suas qualidades morais e espirituais.

3. Autoconfiança (Pv 31.25). Claro que não devemos confiar em nós mesmos, mas em Deus, que é a fonte da nossa confiança. Essa confiança é fruto da oração, comunhão e relacionamento diários com o Criador.

4. Inteligência Emocional (Segundo Daniel Goleman). Está relacionada ao modo como gerimos nossa vida e nossos relacionamentos, levando em consideração quatro competências: a) autoconsciência (saber o que estamos sentindo e porque o estamos sentindo, o que nos leva a agir por intuição e tomar decisões); b) autogestão (saber gerir as emoções que nos causam stress, de modo que não nos prejudiquem, mas apenas possamos vivencia-las com o propósito de aprender com elas); c) empatia (saber o que os outros estão sentindo); d) competências sociais (juntar as três primeiras, dando origem às competências relacionais). O Espírito Santo é o autor dessas novas competências na vida do cristão. Somos lapidados à medida que permitimos que Ele nos leve ao deserto.

5. Sabedoria (Pv 14.1; 12.4; 31.26). Na Bíblia temos exemplos de mulheres que também agiram com sabedoria: Abigail, que vendo sua casa em perigo tomou a responsabilidade para si, resolvendo o problema; as cinco virgens prudentes que esperavam a chegada do Noivo.

Sabemos que há dois caminhos (Mt 7.13,14) e que é preciso decidir qual deles seguir. Precisamos tomar a decisão de ser como a Mulher Virtuosa.

A Mulher Virtuosa no Século XXI é aquela que não perdeu a essência da Mulher Virtuosa de Provérbios. Essa essência é o temor do Senhor (Pv 17.7). Ela sabe que: o temor é um tesouro (Pv 15.16), faz parte da verdadeira adoração (Sl 5.7) e é uma virtude, uma qualidade espiritual (Sl 86.11). Ao ser desafiada no seu dia-a-dia, não se esqueça destas coisas.

Por isso, avalie-se a si mesma, veja se alguma de suas atitudes se assemelha com a de pessoas carnais. Se assim for, dobre seus joelhos, peça ao Senhor que lhe perdoe e lhe alcance com sua graça e misericórdia.

Mas, se a sua avaliação levá-la a crer que está no caminho certo, continue seguindo em frente.

De qualquer forma, busque o amor e a paz para a sua vida, de sua família e de todos ao seu redor. Seja feliz com Cristo.

 

 

Auristela Brasileiro

Nós temos 4 visitantes online

Passagem e Hospedagem